A Verdadeira Eu

| |
Foto: We Heart It
Desculpem a má qualidade da imagem, mas ela era perfeita para ilustrar esse post.
 Em um dia desses no fim das férias, quando eu ainda podia dormir tarde, eu estava em uma conferência pelo celular com dois amigos. Em meio a frases de duplo sentido, zoação e muitas besteiras ditas o Hugo disse "Nossa cara, vocês não eram assim." eu e a Thaissa respondemos "Nós sempre fomos assim, as pessoas que não nos deixavam ser nós mesmas e a escola não é o lugar certo para falar essas coisas. Nós temos bom senso!". Ele deixou quieto e conversamos por mais muito tempo. Depois que a Thaissa foi dormir, por volta de meia noite e meia, e ficamos só eu e o Hugo conversando, ele perguntou novamente "Cara, o que aconteceu com vocês? Vocês não eram assim.". "Cara, nós sempre fomos assim. Mas nós sempre tivemos o bom senso de não falar besteira na escola. Porque nós sabemos que as pessoas não estão interessadas no que a gente realmente diz e sim nas suas próprias interpretações. Não importa quantas qualidades nós tenhamos, as pessoas sempre vão procurar o menor defeito ou a nossa menor falha para apontar e tentar destruir a sua vida. Em um dia, eu passei na biblioteca e peguei um folheto sobre DSTs, fiz uma brincadeira com minha colega e depois larguei o folheto em cima de uma mesa qualquer da sala de aula e voltei para a biblioteca pra ajudar a Paula com a arrumação dos livros. Quando eu voltei, no meio da aula de matemática, o professor estava com o folheto na mão e fazendo piadas sobre o mesmo Robson sempre com suas piadinhas infames. Até aí tudo normal, sentei no meu lugar e fui copiar meu dever atrasado. Quando ele acabou o folheto e perguntou de quem era, alguém disse que era meu e a sala de aula inteira ficou me apontando e fazendo 'hmm' e alguns completavam com um 'Ela tá querendo.' se é que me entendem. Em outra ocasião, eu estava com um problema de pele na região da boca que se caracterizava pela descoloração da pele que eu já não tenho mais porque meu pai comprou remédio para tirar aquilo e caso alguém não saiba: Michael Jackson tinha isso na maior parte do corpo então PAREM DE JULGAR UMA PESSOA QUE VOCÊS NÃO CONHECEM DIZENDO QUE ELE ERA UM RACISTA PRECONCEITUOSO QUE TINHA VERGONHA DA PRÓPRIA COR E QUERIA FICAR BRANCO. ELE APENAS ESTAVA DOENTE SEUS IDIOTAS!!! e pouco tempo depois comecei a ficar com um garoto nada sério enquanto as manchas ficavam mais brancas pois meu pai ainda não havia comprado o remédio. Umas semanas depois de estar ficando com o menino e a região do meu maxilar estar com muitas manchas brancas eu já ouvia na sala de aula comentários como 'Tem andado escovando muito os dentes ultimamente.' ou 'Já está pagando uma pra ele, Natali?', ou pior 'Aquele moleque já está derramando leitinho na sua cara?' e coisas do gênero ou piores. Eu sou assim, eu sempre fui. Eu falo muuuuuita besteira mesmo, mas nunca passo de uns beijos na boca, e, na maioria das vezes, nem chego a uns beijos na boca. Eu tenho que confiar muito em alguém pra agir da mesma maneira como eu ajo com vocês. E apesar de estar pouco me fudendo para o que as pessoas acham de mim eu não quero ter uma imagem ruim. E é por isso que eu sou assim. Essa sou eu de verdade e se eu falo essas coisas om você é porque eu confio muito em você e você é muito importante pra mim." Foi o que eu respondi pra ele...

2 comentários:

  1. Hoje em dia as pessoas são muito maldosa e gosta de levar tudo para o outro lado, confesso que eu tenho raiva de gente assim.
    Adorei seu texto fofa! Beijos!

    http://katdreamin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente falou tudo!
    Cara, eu odiava quando chegava na escola com minha perna doendo (o que quase sempre acontece pois durmo de mal jeito) e o pessoal levava na maldade...
    Beeijos,
    cupcake-de-morango.blogspot.com

    ResponderExcluir