Um Carta Pra Mim Mesma 10 Anos Atrás

| |

 
Foto: Pinterest
Em mais um dos meus dias divagando pela net encontrei um artigo bem interessante. De uma blogueira, famosa, mas que eu ainda não conhecia... E já amo! Ela criou uma coluna no blog em que ela convida pessoas para escreverem uma carta para si mesmas há dez anos atrás. Escrever uma carta para o seu passado. Você tem quantos anos? 15? Escreva uma carta para você aos 5. 20? Escreva uma carta pra você aos 10. E por aí vai... Que conselhos você gostaria de receber? Aconteceu algo nesses dez anos que vale a pena ser contado? Como um spoiler do futuro, ou sei lá. É simplesmente muito legal e como só serão publicados textos de pessoas convidadas eu resolvi postar aqui minha carta para mim mesma de dez anos atrás. Quer ver?


Oi, Natinha!
     Você deve estar pensando em como um estranho um estranho sabe seu apelido e manda uma carta pra você? Quem manda uma carta para uma criança de 5 anos. Antes eu gostaria de avisar que:
1- Ao terminar de ler essa carta, você pode ficar com medo, triste, assustada e provavelmente ao terminar de ler essa carta, você pode ficar com medo, triste, assustada e provavelmente vai perguntar pra sua avó qual o significado de muitas das palavras que você encontrar por aqui. Talvez ela também não saiba de algumas mas isso você vai aprendendo com o tempo. 
2- Eu não sou tão estranha assim. Na verdade eu sou você, só que eu sou você com 15 anos. Estranho, né!
Quero logo te avisar que, apesar de tudo o que te digam, você é e sempre será uma menina muito inteligente e nunca pode dar margem para o menor erro. Eu sei que são muitas cobranças em cima de uma menina tão nova, mas quando você crescer um pouco você vai perceber que as pessoas insistem em te julgar por você não precisar fazer muito esforço para nada, nem para ser inteligente, nem para ser bonita, nem para ser amada e nem para conseguir o que quer. Mas nunca deixe isso subir à sua cabeça e impedir que você continue sendo humilde. Te peço, por favor, mesmo que eu não consiga mudar isso, que você não pense em garotos, não fale com garotos e, se puder, nem olhe para garotos. Eles podem te atrapalhar e muito. Eu não sei quando você está lendo isso mas provavelmente a Ilma já apareceu, né? Aquela mulher que todos dizem que é sua mãe mas você só viu uma vez na vida. Não se iluda criança, ela prometeu, mas nunca mais vai voltar. Apesar de você ter a sua avó, ela é uma avózinha e em breve você vai perder ela. Fique preparada. Você sempre teve que aprender tudo sozinha mesmo né. Mas isso vai se tornar pior. Seu pai vai lembrar que você existe, mas mesmo assim, será sempre só você contra o mundo. E, lembre-se, você NUNCA pode chorar. Entendeu? Nunca!!! Mas sua vida não vai ser só de coisas ruins. Você vai fazer muitas amizades, vai conhecer novas pessoas. Todas vão passar muito rapidamente pela sua vida, mas vão ficar tempo suficiente para se tornarem inesquecíveis. Todas vão te fazer muito bem, seja pela amizade ou pelo aprendizado que a falta dela pode proporcionar. E eu não posso falar muita coisa além disso porque eu só vivi até os quinze e não posso te dar dicas do que vai acontecer né. Se não a vida vai ficar chata. Imagina só, saber tudo o que vai acontecer. Tudo bem, eu sei que você quer saber, mas você tem que aprender a controlar a sua curiosidade menina! Eu ainda não aprendi, mas talvez nós aprendamos juntas um dia. Eu não sei mais o que falar porque eu quero que você aprenda tudo sozinha, isso vai te deixar mais forte.

Mil beijinhos, 
Você no futuro

Um comentário: