Meninas Não Tão Femininas Ainda São Meninas

| |
Foto: Pinterest
Acho ridículos esses estereótipos que criam para as mulheres e mais ridículo ainda as que aceitam isso e tratam as que não "seguem o padrão" como putas ou retardadas. Meu pai chega até a insinuar que eu tenho um "caso" com a minha melhor amiga. Mas que absurdo! É esse o pai que eu tenho? E se ele me pegasse ficando com um garoto com certeza me chamaria de puta. É tão injusto não existir um meio termo entre essas coisas. Se uma mulher fica com garotos sem compromisso sério ela é puta, se vive rodeada de amigas é lésbica! É só comigo que acontece isso??
Eu não gosto de usar salto alto, só uso saias ou vestidos quando alguém da família me obriga a "parecer uma menina de verdade", como eles dizem. Odeio fazer chapinha e maquiagem só em casos de extrema necessidade. O que isso quer dizer? Nada! Apenas que eu não curto essas coisas.
Eu falo gírias, abuso dos palavrões, sento de perna aberta e só por causa disso vêm pessoas saindo até dos bueiros dizendo que eu deveria ser mais feminina, menos relaxada, que desse jeito eu nunca vou arrumar namorado... Por acaso você sabe se eu quero um namorado? Sim eu quero, gosto de beijar na boca de meninos, gosto muuuuuito dane-se se meu pai ler isso. Mas eu só vou namorar quando eu encontrar algum garoto que aceite essa minha feminilidade não tão feminina. Enquanto isso eu posso muito bem ficar com quantos garotos eu quiser porque eu sou solteira e beijar na boca é muito bom uma dica para as bvs. Não sei se vocês estão me entendendo e me desculpem pelo desabafo em forma de post mas vamos prosseguir.
Meninas também usam tênis, falam palavrão, gírias, andam com meninos e não são putas e as que andam com meninas não são lésbicas. Eu, por exemplo, até fazer 5 anos só tinha uma prima mulher agora eu tenho duas primas e uma irmã mas elas moram muito longe então eu cresci e até hoje sou rodeada de primos homens de todas as idades e, obviamente, fui muito influenciada por eles: jogo bola, bola de gude, brinco de lutinha, videogame, subo em árvores e muros... Claro que, inevitavelmente, com o tempo, eu fui perdendo muitas dessas coisas mas isso sempre vai estar em mim. Mesmo que um dia eu seja contagiada pela a vaidade e a feminilidade que, em certo ponto da vida, sempre atinge as mulheres eu sou e sempre vou ser aquela menininha de roupas sujas correndo atrás de uma bola ou subindo em um pé de cajá pra pegar frutas.
Meninas, não mudem seu jeito de ser por causa de um garoto que gosta de patricinhas ou porque o sonho da sua mãe é ter uma filha mocinha, toda arrumadinha e delicada. Sua mãe sempre vai te amar do jeito que você é e o garoto... Ah, o garoto um dia vai chegar e vai te completar de uma forma que você nem imagina...

Nenhum comentário:

Postar um comentário