Help! - Como se dar bem com seu pai.

| |

Hellooooouuuuu meus amores! Estreando mais uma tag no blog: Help!: onde eu vou dar dicas de relacionamento: com os pais, amigas namorados, etc... Se quiserem participar do quadro, pedindo um help, é só mandar um e-mail para rbr_4ever@live.com contando seu caso. Agora eu queria contar uma novidade, tchã, tchã, tchã, tchã... Estou participando do concurso SUPERATRÊS, que, para quem não sabe, escolhe 30 meninas para serem blogueiras da Atrevida (revista teen). Torçam por mim!
Agora, vamos ao assunto do post. Vocês não sabem, mas eu moro só com meu pai. E por conta disso, nós vivemos entrando em conflito eu apronto muito kkk. Sabe qual foi à última dele? Deu pra implicar com a minha maquiagem: diz que eu fico vulgar e blá, blá, blá. Como é que uma menina de treze anos, com cara de criança e corpo de criança pode ficar vulgar só com um batom vermelho e uma sombra marrom? Ok, ok parei de falar. Mas voltando ao verdadeiro assunto do post... Vocês podem ter opiniões completamente diferentes, mas ele ainda é seu pai, é mais velho que você e manda em você. Então, vamos tentar tornar essa convivência mais agradável: se discordarem sobre algo, exponha seu ponto de vista, mas sempre sendo educada e respeitando a opinião dele.
1... 2... 3... GO!


1- Não minta.  Nunca, em hipótese alguma. Se ele descobrir (o que geralmente acontece meu pai (quase) nunca descobre), vai perder totalmente a confiança em você, e isso vai ser muito difícil de recuperar.
2- Seu pai não é a sua mãe. Às vezes ou sempre, pode ser difícil falar com ele sobre sexo meu pai adora falar sobre sexo comigo e garotos, mas isso não é motivo para deixá-lo de fora da sua vida!
3- Converse sobre os assuntos com os quais você se sinta mais à vontade, como escola, amigas, planos para o futuro... Isso vai aproximar vocês.
4- Se o seu pai for durão como o meu, procure não bater de frente com ele. Você vai precisar de táticas mais delicadas para convencê-lo a deixar você fazer as coisas que quer. Peça com jeitinho e tenha argumentos para as recusas dele.
5- Se ele for injusto, aprenda a perdoar. Além de ser o seu pai, ele é humano e também erra. Converse numa boa, explique por que ficou chateada e tente resolver a situação da melhor forma possível. Essa é uma ótima maneira de vocês se conhecerem melhor.

Bom gente tentem seguir as dicas. Eu amo vocês de verdade e não quero que vocês tenham com seus pais, a relação que eu tenho com o meu. Nós somos muito distantes apesar de morarmos na mesma casa e isso me machuca muito. Então, tentem se dar bem com seus pais. Por mim como se minha opinião contasse. É só isso meus amores.
Kiss
Nathy

Nenhum comentário:

Postar um comentário